Em círculo sinto-me Dakini!

16388197_724631184361235_4442370234035685821_n

Os sons do mantra à Tara branca – a dakini do amor – que envolviam a sala. O cheiro a alfazema que penetrava pelos poros dos nossos corpos cada vez mais abertos. As tulipas carnudas de cor laranja vibrante que se abriam ao êxtase. A luz das velas que aqueciam e iluminavam a chama dos nossos corações.
No ritual de abertura procurámos reconhecer que não há distância entre cada uma de nós… vejo-te e reconheço-te como um prolongamento de mim e este reconhecimento faz-me ainda mais bela!
Nas práticas de Yoga Dakini invocámos a energia vital da Mãe Terra e com a subtileza do elemento Vento deixámos essa energia espalhar-se por todo o nosso templo sagrado, o nosso precioso corpo feminino.
Em círculo dançámos, rimos, chorámos… cantámos, partilhámos, meditámos… Sentimos as nossas resistências, mas também procurámos ir mais além de todas elas, respeitando o nosso ritmo e as nossas fronteiras!
Em círculo a minha história é a história de todas… o meu trauma é o trauma de todas… mas também o meu amor é o amor de todas… e o meu êxtase é o êxtase de todas. Em círculo eu vejo-te e eu reconheço-te! Em círculo eu abraço-te e aceito-te como és! Em círculo sinto-me mulher, sinto-me dakini!
Com a uma coragem mais forte que uma mãe leoa a proteger a sua cria, a dakini despe-se de tabus e de tudo o que a limita… e nua de preconceitos ela dança no espaço de consciência pura que tudo atravessa e penetra… e que tudo e todos é!
E em círculo agradecemos aos 4 Elementos, à grande mãe Natureza, à energia da Vida termos um corpo feminino nesta existência!

 

Queres ser professor de Lu Jong?

LuJong copy.jpg

Formação de Professores de Lu Jong 1:

Queres te tornar professor de Lu Jong ou Yoga Tibetano?
Não é requisito teres frequentado cursos ou aulas de Lu Jong. Basta que estejas verdadeiramente motivado em ensinar esta arte ancestral de cura tibetana.

Para mim ser professor de Lu Jong é um privilégio! É termos a honra de tocar corações através da posição do corpo, do movimento, da respiração… É ensinar a curar… É dar às pessoas a varinha mágica da transformação!

Quando penso que o Lu Jong já foi praticado e transmitido de forma ininterrupta de mestre a aluno desde há milhares de anos e chega a nós através da sabedoria de grandes mestres, faz-me derreter o coração. É de facto um privilégio ter recebido estes ensinamentos através do Mestre Tibetano Tulku Lobsang e estar autorizada a ensiná-los. E não só a ensiná-los, como a formar professores que poderão manter esta linhagem viva. Uma formação que visa transformar o corpo, purificar a mente e abrir o coração do futuro professor…

Queres saber como podes receber esta jóia preciosa?
Durante 12 dias ensinar-te-ei os 23 movimentos de Lu Jong de forma detalhada e também o seguinte conteúdo programático:

• Visão geral e background
• Benefícios do Lu Jong
• Introdução à Medicina Tibetana
• Budismo Tibetano e Tantrayana
• Práticas adicionais e modificações: massagem dos 5 elementos de Kum Nye; técnicas de respiração; prosternações; exercícios para gerar calor rapidamente; posições de relaxamento; meditação, entoação de mantra.
• Directrizes para o ensino e prática do Lu Jong
• Organizar uma aula, workshops e cursos de Lu Jong

O fim-de-semana de certificação decorre na Alemanha de 23 a 25 Fevereiro 2018. O exame será em português. Após aprovação terás autorização de Tulku Lobsang a ensinar e espalhar a tradição do Lu Jong.

Onde será esta formação?
No Estúdio Tibetano em Braga: Rua José Régio, moradia 4, Braga

Quais as datas para os 12 dias formação?
Em 2017 vou lançar duas edições desta formação, porque muito provavelmente irei fazer uma pausa, como formadora, nos seguintes anos.
Assim sendo, estes 12 dias serão distribuidos da seguinte forma:

1a edição 2017/2018 – aos fins de semana:
– 29 e 30 Abril;
– 17 e 18 Junho;
– 7 e 8 Outubro;
– 16 e 17 Dezembro… e as datas de Janeiro e Fevereiro 2018 para revisão e preparação para exame ficam a ser combinadas com todos os alunos.

2a edição 2017/2018 – mais intensivo:
– 29 Julho a 3 Agosto 2017;
– 16 e 17 Dezembro 2017… e as datas de Janeiro e Fevereiro 2018 para revisão e preparação para exame ficam a ser combinadas com todos os alunos.

Mais sobre o Lu Jong:
Cada movimento do Lu Jong foi desenvolvido para pressionar determinados pontos que abrem, curam e transformam a todos os níveis. Lu significa corpo e Jong significa transformar. Por isso, com o Lu Jong não se pretende apenas o equilíbrio do corpo, da respiração e da mente. O Lu Jong vai mais além… o lu jong visa a transformação, a purificação… para chegarmos ao que somos: amor!

Além disso o Lu Jong é muito mais que simples exercício… foi desenvolvido por grandes yoguis desde o tempo de Buda e mesmo antes de Buda – da tradição Bon no Tibete. E foi transmitido de mestre a aluno através de uma linhagem ininterrupta .

Por isso, o Lu Jong ainda está vivo… traz o carimbo de todos esses grandes mestres e yoguis e de todos os seus ensinamentos. E cada nome dito, cada movimento sentido, cada respiração consciente torna o lu jong ainda mais vivo dentro de nós.

Quando o amor pelo Lu Jong se torna natural e sem esforço, o Lu Jong tem a capacidade de despertar em nós: cada célula, cada hormona, cada gota de amor… e essas gotas intensificam-se e espalham-se. Até chegar ao momento que o Lu Jong é amor em movimento.

MAIS INFORMAÇÕES:
ana@anataboada.com | 918861461

formac%cc%a7a%cc%83olujongfds

Formação de Professores de Lu Jong 2:

Para a formação de Professores de Lu Jong 2 é requisito fundamental o aluno já ser professor de Lu Jong 1. Esta formação de 6 dias inclui o ensino de 15 movimentos, um manual com a descrição detalhada desses movimentos e ainda uma revisão da teoria e prática de Lu Jong 1.

Datas de formação 2017/2018: 23 a 27 Agosto 2017 | 20 Janeiro 2018
Certificação na Alemanha: 23 a 25 Fevereiro 2018

lujong2

 

Uma palavra de gratidão…

feliz2017

Que ano mais cheio, o de 2016… novos projectos, imensas aventuras, não só em Portugal, mas também pelo mundo fora, muitos cursos, círculos e rituais, e, num ano apenas, 3 retiros fantásticos!
Começou com duras provas onde tive a oportunidade de me libertar de medos bem profundos… conforme avançava, tudo ficava mais claro, com novas decisões e novas escolhas! Dancei muito, abracei com ternura a minha dakini interna, despertei a minha sensualidade inata e encontrei um grande amor… realizei sonhos, cresci muito, mas chorei muito também, deixando que essas lágrimas fossem uma doce chuva que tudo limpa e purifica!
Descobri que o melhor que nos pode acontecer é fazer as pazes com a nossa criança interior, despertando a simplicidade da “mente de criança” que não julga e a sabedoria do “coração de criança” que é puro! Ainda um longo caminho, mas depois de se darem os principais passos, que mais se pode desejar, senão avançar?!
E para 2017?! Que ano tão especial o que vai entrar! O ano em que faz 10 anos que desisti do meu emprego estável como bióloga para ser bem mais feliz como professora de yoga e meditação… Então que vem aí?
Muitos cursos, círculos, rituais, intensivos e seminários também… mais retiros (com boas surpresas)! Aproveitarei as tecnologias para nos conectarmos mais e mais… um novo website (sim, é verdade, irá nascer daqui a uns mesitos)… dentro desse website, um novo projecto surpresa (uiiii tantas surpresas!)… e tudo isto não seria possível sem ti! Sim, sem ti!
É impossível agradecer um a um, coração a coração… foram tantos, mas tantos os corações que passaram pelos cursos, círculos, rituais, intensivos, seminários e retiros! Tantos olhares, abraços, risadas e sorrisos… tantas dúvidas, questões e análises também! Tantas lágrimas de desbloqueio, partilhas sinceras e “obrigados” de coração! Tudo foi importante… mesmo tudo! Grata a todos… cada coração é muito importante e contribui imenso para eu continuar o meu caminho! A todos, um feliz 2017!

img_2971img_2973

 

Vamos nos conectar?

IMGP5068

O Inverno está a chegar, as folhas de Outono já caíram, já cheira ao fumo das lareiras ao entardecer e dá vontade de hibernar… repousar no nosso cantinho, aninhadinhos com quem nos é mais querido ou no nosso espaço de contemplação e silêncio. Os dias mais curtos convidam-nos a voltarmos para dentro… numa jornada ao interior mais profundo de nós mesmos. É tempo de reflexão, de parar para analisar o que foi feito de bom ou menos bom. É tempo de amadurecer com os erros e deixar a sabedoria emergir. É tempo de ouvir o coração, sentir a sua confiança profunda para que nos ajude a renovar a nossa motivação… É tempo de sentir que o meu sofrimento e as minhas dores, não são só minhas, mas também a dos meus antepassados, mas também de toda a humanidade, mas também de todos os seres… porque a minha história profunda, é também a tua história profunda com diferentes medos, frustrações, angústias, tristezas, desilusões, mas resumidamente dores que nos ferem a todos! Por isso, é tempo de abrir o nosso coração ao amor e à compaixão… de acender a velinha do nosso coração e fazer espalhar essa luz como uma estrelinha que brilha para todos os querem ver e sentir!

Mas também é tempo de saborear o chá bem quente com os biscoitos a cheirar a canela acabadinhos de sair… e ao final do dia deixar imergir o meu corpo num quentinho banho de imersão que me faz sentir renovada… e quem sabe enquanto relaxo ouço um ensinamento que me faz voltar a casa!

Para esta época que deveria ser de quietude e serenidade, em que os nossos elementos Terra e Água estão mais ativos, é tempo de abrandar, ouvir profundamente, abraçar ternamente, estar presente para amar conscientemente. Que tal praticarmos Mindfulness, juntarmo-nos em Rituais de Meditação, estarmos com os nossos mais queridos de forma mais presente, abrirmos os corações ao amor e compaixão? Que tal começarmos a recolhermo-nos mais e a criarmos um espaço em casa para o nosso ritual espiritual, para a nossa invocação, meditação ou contemplação?

Aceitem e usufruam do meu presente – para todos os que querem ser a mudança que querem ver no mundo! -, um pequeno excerto de uma das meditações realizadas no Ritual de Lua Cheia:

E porque as tecnologias também nos trazem muitos benefícios vou pela primeira vez fazer um Live gratuito no grupo secreto do FB: Círculo das Dakinis. Se és mulher só tens de aderir a este grupo, caso ainda não tenhas feito. E dia 26, segunda, às 19:30, hora de Lisboa, (ou um pouco antes) conecta-te à internet, acede ao grupo e aguarda por mim… vamos ver como corre e certamente vamos nos conectar!

Em tempos de agitação, desastres e tanto sofrimento gostaria de falar um pouco de Mindfulness do coração e, claro, também praticarmos um pouco… Tem uma velinha contigo também e procura garantir que durante 60min não és incomodada.

Aproveito para desejar a todos os meus alunos, seguidores e amigos um Feliz Natal, seja qual for a tua religião, filosofia ou tradição. Tens um corpo que se quer curar? Tens uma mente que se quer acalmar? Tens emoções que se querem dissolver? Tens um coração que se quer abrir? Então, és e serás sempre bem vindo(a)! Grata por estares aí… a tua presença faz-me continuar!

Próximos eventos:

ritual-ano-novoelemento-ventoformac%cc%a7a%cc%83olujong

O que é um ritual?

buddha-wallpapers-photos-pictures-serenity-1

Acendo um vela e a sua luz aquece o meu coração… contemplo a beleza das flores para me recordar da minha beleza interna… ao entoar o mantra deixo a vibração penetrar no meu corpo… junto as minhas mãos ao peito e saúdo o sagrado em mim… cada respiração lembra-me que estou viva! cada suspiro conduz-me a camadas mais profundas de mim mesma! cada movimento do meu corpo permite-me honrar o meu templo sagrado!
Ritual é imprimir em cada gesto, cada palavra, cada olhar, cada respiração, cada pensamento, um significado de poder! Esse significado tem a capacidade de transformar! Cada símbolo é amor em ação! É a expressão divina do que somos!

Precisamos de resgatar a tradição dos rituais! Urge colorirmos a nossa vida com a magia dos rituais! Rituais que nos fazem recordar quem somos! Rituais que nos fazem expressar o melhor de nós! Rituais que nos permitem ir mais além…

Com a sua luz que tudo nos ilumina. Com o seu brilho que tudo enche de frescura. Com a sua beleza que tudo penetra. A Lua nos chama para momentos de quietude, repouso, mas também plenitude e êxtase. O seu poder de cura, transformação e sublimação é imenso. Conectarmo-nos com o seu poder, é despertar esse poder no interior de nós… vamos meditar, vamos serenar, mas também vamos festejar, vamos celebrar a Lua Cheia!

 

 

Celebrar a última Lua Cheia do ano!

ritual-lua-cheia

Evento: Ritual de Meditação da Lua Cheia
Data: Quarta, 14 Dezembro
Hora: 19:30 às 21:00
Local: Estúdio de Yoga Tibetano – Ana Taboada
Contribuição: 10€ / mulher ou homem

Descrição:
Com a sua luz que tudo nos ilumina. Com o seu brilho que tudo enche de frescura. Com a sua beleza que tudo penetra. A Lua nos chama para momentos de quietude, repouso, mas também plenitude e êxtase. O seu poder de cura, transformação e sublimação é imenso. Conectarmo-nos com o seu poder, é despertar esse poder no interior de nós… vamos meditar, vamos serenar, mas também vamos festejar, vamos celebrar a Lua Cheia!

Inscrições: ana@anataboada.com

buddha-wallpapers-photos-pictures-serenity-1.jpeg

Mais sobre este Ritual:

Noite de Lua Cheia é sempre muito especial… A sua luz cura! O seu brilho transforma! A sua beleza abre-nos ao oceano de amor!
Quando meditamos numa noite de Lua Cheia usamos o seu poder para alcançar quietude… para repousar no nosso Templo interno… para nos banharmos no seu êxtase… para regressar a casa e a partir desse lugar criar vidas de sonho!
Com o mesmo propósito, com a mesma intenção vamos todos juntos festejar e celebrar a última Lua Cheia deste ano!

PS: Inclui meditações para purificação, para encontrar a quietude mental e para sentir êxtase… com algumas práticas adicionais, como massagem e dança!

O meu guerreiro interno, confessa…

_MG_4654.JPG

Sim, chegou a hora do meu guerreiro interno se abrir e confessar…
Ele está um pouco tímido, mas ainda assim aceita o desafio:

Trabalho arduamente, com objectivos, propósitos e intenções bem definidas… E posso estar horas com a minha atenção unidirecional… e se não fosse a Deusa interna fazer-me parar para dançar, fazer yoga ou apenas alguns estiramentos, podia estar focado até cair para o lado, numa atenção constante, sem quebras!

Gosto de atingir os meus objectivos, de ter sucesso, de ganhar dinheiro para poder investir em projectos mais expansivos e que possam ajudar cada vez mais pessoas…

Mas ainda acredito na perfeição e, portanto, posso sempre ser melhor… e a disciplina é o meu aliado…

Aprendi a transformar a raiva em coragem e, por isso, quando tenho algo em mente dificilmente desisto, mesmo que os obstáculos sejam muito difíceis…

Confio plenamente na minha análise, nos meus conhecimentos, na lógica e na razão… e quando faço julgamentos procuro ser muito justo!

Eu não bebo e não fumo… procuro desafios naturais e nada artificial que me faça sair da minha consciência plena… já subi as mais altas montanhas com 30Kg às costas… e agora quando me lembro daquele médico aos meus 16 anos dizer “nunca terás uma vida normal”, sorrio internamente… talvez tenha razão, fui muito além do normal!

Sei estar presente, consciente… às minhas emoções, ao meu corpo e aos outros…
Quando as emoções me invadem, recolho-me ao meu espaço interior onde encontro o meu silêncio… aí repouso fundindo-me com um oceano de calma que reconheço como fazendo parte da minha consciência pura… confesso que muitas vezes não foi fácil e rejeitei ou tentei controlar essas emoções caindo em padrões de evitar qualquer emoção que emergisse e, desta forma, reprimindo-as…

Ohhhh sim, também confesso que durante muitos anos deixei a minha amada Deusa morrer lentamente… mas como poderia eu viver sem ela? Deixei-a respirar, dei-lhe espaço para viver e se expandir e tudo se tornou mais colorido, mais harmonioso, mais aberto… e sim, com gratidão o coração começou a bater com mais alegria e satisfação; o sangue a correr com mais fluidez e serenidade; o corpo a mover-se com sensualidade e radiancia natural… ohhh e aquelas hormonas que ora saltitam de paixão, ora de doçura! Fizemos as pazes e como estou feliz… amo-a mais e mais, cada vez que ela está no seu máximo feminino, na sua plenitude e energia, na sua mudança e movimento, na sua criatividade e expressão!
Já não tenho medo das suas emoções, agora sei que basta abraçá-la com a minha presença… e as suas lágrimas são rios de néctar… e a sua tristeza, momentos de carícias… e a sua raiva, lutas alegres que acabam em abraços de paixão!
E sei que quanto mais a deixo brilhar, mais ela tem potencial para me amar! Como é belo o nosso amor!
Ela reconhece o quanto lhe dou sucesso, força, estrutura, estabilidade e coragem interna!
Mas agora sei que ela me dá muito mais… o sucesso do coração, a força da vulnerabilidade, a estrutura da harmonia, a estabilidade da fluidez natural, a coragem do amor!
Ela regressou às suas raízes… abraça a natureza… respeita os seus ciclos naturais… olha a lua com devoção… pratica em sintonia com a fase do seu ciclo… recolhe-se quando assim o sente; salta quando o coração a chama; canta quando a emoção lhe pede; ri quando a sua criança interior acorda!
Aprendeu a dançar a sua mudança interna… e a abrir o seu coração à vida… a ser energia, a ser a vida!
Agora sei que não a posso reprimir… sei o quanto preciso dela para ser verdadeiramente feliz, para ter um sucesso autêntico, para estar em paz!
Ohhh como a amo! Agora sei, juntos, somos completos, somos a Dakini!