Abraçar a emoção reprimida …

Emoção2

Todos nós temos muitos obstáculos à nossa liberdade … E não será liberdade o mesmo que felicidade ? Esse estado de satisfação porque simplesmente nos sentimos bem , com ou sem motivos?
Os obstáculos são tudo aquilo que nos condiciona … São as nossas inseguranças , as nossas preocupações e ansiedades , as nossas doenças , os nossos medos … São todos os assuntos que bloqueiam as nossas vidas e que nos impedem de experienciar a liberdade.
O nosso obstáculo pode vir da rejeição que sentimos cada vez que olhamos ao espelho , do conflito que temos com a pessoa que amamos… Ou o medo de falharmos ou o vício ao álcool , ao tabaco , às drogas , ao trabalho , ao dinheiro… Ou mesmo a desordem alimentar de comer sem controlo à espera de satisfação ou a anorexia para superar a fraca auto-estima… O medo da solidão ou de ser abandonado ou de perder quem tanto amamos… O medo de sermos vulneráveis e deixarmos de ser aceites pelos outros… Ou para termos atenção tornamo-nos nuns “coitadinhos” e “miseráveis”…
Toda a nossa vida lutamos contra esses obstáculos que , através de muitas máscaras , escondem emoções muito reprimidas. E quanto mais lutamos mais fortes ficam esses obstáculos.
Alguns obstáculos são padrões que já vêm dos nossos pais ou mesmo dos nossos antepassados longínquos e , sem consciência , repetimo-los , uma e outra vez , num ciclo que se perpetua pelos filhos , netos , etc … Mas é da nossa inteira responsabilidade quebrar esse ciclo de sofrimento , por isso , está nas nossas mãos essa transformação.
Ao longo dos últimos anos e com a ajuda das práticas e dos ensinamentos tenho vindo a aperceber-me o quanto é importante abraçar as emoções reprimidas. Muitas dessas emoções ignoramos para não nos sentirmos “fracos” , sem termos consciência que essa “fraqueza” pode ser a nossa maior força.
Tornar a emoção em nossa aliada é o nosso maior desafio. Porque a emoção má ou a emoção boa têm a mesma natureza e são o mesmo objecto , como duas faces da mesma moeda. A base de todas essas emoções é energia , energia que queremos desbloquear , torná-la livre. Se libertarmos essa energia , o obstáculo converte-se em poder. O poder da liberdade ou sabedoria!
Há vários métodos que nos permitem trabalhar com as emoções reprimidas e transformá-las. No meu entendimento e experiência , primeiro temos de tomar consciência de quais são esses obstáculos e que emoções estão escondidas. A Psicologia Tibetana ajuda-nos nesse reconhecimento e compreensão… Depois do reconhecimento e de compreendermos como o nosso obstáculo se relaciona com as emoções , damos oportunidade para se gerar empatia e compaixão… Aqui começa o abraçar…
Para que o processo de transformação seja mais rápido , usamos o corpo como veículo… Deixamos o plano mental e aventuramo-nos a trabalhar com o nosso corpo subtil , a emoção como energia bloqueada… através de exercícios e meditações que ajudam a manipular a nossa energia , iremos transformar essa energia bloqueada em energia de sabedoria. Abraças esta aventura?

“A tua visão só se tornará clara quando olhares para dentro …

Quem olha para fora , sonha.

Quem olha para dentro , desperta.”

Mais informações:

Evento : Abraçar a emoção reprimida : Movimento , Energia e Êxtase
Data : 23 Janeiro , Sábado
Hora : 14:00 às 19:00
Local : Estúdio de Yoga Tibetano – Braga
Valor : 40€
Inscrições : ana@anataboada.com
Descrição :
O medo , a rejeição , a ansiedade , a frustração , a confusão , a tristeza são produtos da nossa mente. São emoções que nos afastam da nossa natureza alegre , satisfeita e livre.
A base do pensamento e da emoção é a energia. A emoção quando reprimida gera uma energia bloqueada que fica gravada no nosso corpo sob a forma de rigidez , dor , tensão… Por isso , a mente e o corpo relacionam-se e influenciam-se mutuamente.
Através de técnicas simples da psicologia tibetana reconhecemos a emoção e procuramos estabelecer uma empatia com esta através da compreensão. Lutar a emoção é fortalecê-la. Abraça-la é torná-la nossa aliada!
Recorrendo a movimentos do corpo específicos e exercícios energéticos conscientes vamos permitir que a energia bloqueada comece a fluir correctamente. Essa energia que flui gera êxtase e o êxtase abre-nos. O espaço criado pelo relaxamento faz emergir confiança , auto-estima , satisfação … e é assim que a “larva” se transforma em “borboleta”! É a metamorfose do amor!

Trazer : roupa confortável de ginástica , caderno e caneta para apontamentos

Orientado por Ana Taboada

Próximos Eventos:

mindfulness-ana-taboada-evento-facebook

Kum Nye_wkCursoBudismoTogChodFormação

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s